Remédios para asma afetam o crescimento das crianças

Duas novas revisões de estudos da publicados pela Biblioteca Cochrane envolvendo corticoides inalados — as bombinhas usadas por quem sofre de asma — sugerem que estes medicamentos afetam o crescimento das crianças. Uma revisão estudou os efeitos dessas drogas no crescimento quando comparadas com placebos e não esteroides, enquanto outra ficou concentrado nas doses dos medicamentos.

A primeira revisão sistemática examinou os resultados de 25 pesquisas com 8.471 crianças com asma de suave a moderada. Dos 25 estudos, 14 envolvendo 5.717 crianças mediu o crescimento durante um ano. A maioria dos corticoides inalados foram testados e os resultados sugeriram que eles suprimiam o crescimento, quando comparados com placebos e drogas não esteroides. No grupo de controle desses estudos, a média de crescimento entre as crianças era de 6 cm a 9 cm por ano, já nos grupos que tomaram o corticoide inalado a taxa foi reduzida em 0,5 cm.

No Brasil, Linjie Zhang, da Faculdade de Medicina da Universidade do Rio Grande do Sul, e principal autora dessa revisão, diz que os efeitos no crescimento "parecem menores comparados a outros benefícios, como o controle da asma e a garantia do crescimento completo do pulmão".

A segunda revisão sistemática investigou os resultados de 22 pesquisas nas quais as crianças asmáticas eram tratadas com doses baixas ou médias de corticoide inalado. Dos 22 estudos, apenas três seguiram 728 crianças por um ano ou mais. Um desses estudos também testou três doses diferentes da droga. Nos três estudos que seguiram os participantes por um ano ou mais, as doses baixas melhoraram o crescimento em 0,25 cm por ano.

Os cientistas envolvidos nessas revisões ressaltaram que um dos problemas é o não acompanhamento dos participantes e a duração das pesquisas.

"Em apenas 14% dos ensaios que olhamos o crescimento foi monitorado de forma sistemática por mais de um ano. Este é um assunto de grande preocupação, dada a importância do tema. Recomendamos que uma dose mínima eficaz do medicamento seja utilizada em crianças com asma até que mais dados sobre as doses estejam disponíveis. O crescimento deve ser cuidadosamente documentadas em todas as crianças tratadas com o corticoides inalados", disse Francine Ducharme, do Departamento de Pediatria da Universidade de Montreal, no Canada, e autora da segunda revisão.

Fonte: Extra Online, 17/07/2014.

Unidades: Centro | Madureira | Niterói | Tijuca. Consultas com hora marcada.
Central de Marcação de Consultas: (21) 3515-0808