Morre segunda criança nos EUA após contrair raro vírus respiratório

Nos EUA, há mais de 500 pessoas infectadas com enterovírus EV-D68.

Sintomas se parecem com os da gripe, incluindo dificuldade para respirar.

Um menino de quatro anos, Eli Waller, morreu subitamente após contrair o enterovírus EV-D68, uma rara e desconhecida infecção respiratória que preocupa as autoridades dos Estados Unidos, onde há mais de 500 pessoas infectadas, a maioria crianças.

Na semana passada, foi divulgada a morte de uma menina por causa deste vírus, mas em seu caso o óbito se deveu a uma dupla infecção, de estafilococo áureo com o enterovírus EV-D68.

Depois dela, em 25 de setembro, morreu em Nova Jersey o pequeno Eli, embora as causas de sua morte não tenham sido reveladas até este fim de semana. O garoto não foi à aula nesse dia e foi deitar com os olhos avermelhados. Ele morreu dormindo.

"Esta é uma exceção com relação a outros casos no país", disse Jeffrey Plunkett, chefe dos serviços de Saúde na cidade de Hamilton Township (Nova Jersey), à emissora ABC. "Ele não apresentava sinais de doença e sua morte foi repentina e brusca", acrescentou.

O enterovírus EV-D68, cujos sintomas se parecem com os da gripe, causa dificuldades respiratórias e, às vezes, fraqueza muscular.

Desde meados de agosto, o vírus infectou 538 pessoas em 43 estados do país, a maioria crianças, segundo os Centros para o Controle e a Prevenção de Doenças (CDC) dos Estados Unidos.

Vírus não é novo, mas era raro

No mês passado, as autoridades de saúde americanas expressaram sua preocupação com a descoberta de vários casos deste vírus, que não é novo, mas antes era muito raro.

Isolado em 1962 na Califórnia (oeste), o vírus é aparentemente transmitido quando um doente tosse ou espirra ou quando alguém toca uma superfície infectada.

Não há vacina contra o EV-D68 e os especialistas não entendem a razão como o vírus está se espalhando agora. Ele é da família do mesmo vírus que causa a pólio.

Fonte: 06/10/2014.

Unidades: Centro | Madureira | Niterói | Tijuca. Consultas com hora marcada.
Central de Marcação de Consultas: (21) 3515-0808