Coração também é afetado pelo cigarro, alerta INC

28/09/2015

Blog da Saúde

A Organização Mundial da Saúde (OMS) considera o tabagismo a principal causa de morte evitável. De acordo com o órgão, o hábito de fumar mata mais de seis milhões de pessoas por ano em todo o mundo. Só no Brasil, o número de fumantes com mais de 18 anos é de 11,3% da população total, informa o Ministério da Saúde. Para tentar conscientizar a população sobre o perigo do cigarro, foi instituído no dia 29/08 o Dia Nacional de Combate ao Fumo.

Muitos esquecem, mas a boca e o pulmão não são os únicos a sofrer consequências do uso do cigarro. O coração é um dos órgãos mais afetados pelo tabaco. O cardiologista do Instituto Nacional de Cardiologia (INC) João Luís Barbosa alerta que os fumantes devem ter consciência dos graves riscos do cigarro para a saúde.

“Geralmente, o tabagismo é associado a câncer e doenças respiratórias. Mas há outras doenças e problemas de saúde decorrentes do cigarro, como o infarto, AVC, aumento da pressão arterial, derrame cerebral e até amputação de membros. O fumo é a principal causa de infarto em pacientes jovens”, esclarece o médico do INC.

Os 10 mandamentos para deixar de fumar:
1 – Querer deixar o cigarro
2 – Conhecer os malefícios do fumo para o coração e para a saúde em geral
3 – Saber que é possível parar de fumar mesmo após algumas tentativas sem sucesso
4 – Entender os níveis de dependência
5 – Entender que a “fissura” dá e passa
6 – Conhecer as técnicas que auxiliam a parar de fumar
7 – Aprender a identificar as circunstâncias que estimulam a vontade de fumar e evitá-las
8 – Identificar e refletir sobre os motivos pessoais que estimulam a vontade de parar de fumar
9 – Buscar orientações sobre Programas de Tratamento do Tabagismo
10 – Conhecer os benefícios obtidos ao parar de fumar


Unidades: Centro | Madureira | Niterói | Tijuca. Consultas com hora marcada.
Central de Marcação de Consultas: (21) 3515-0808