Vitamina C e xarope não ajudam a curar a gripe, dizem especialistas

24/08/2015

Jornal Extra

O pneumologista Carlos Alberto de Barros Franco e a alergista Teresa Seiller, palestrantes do Encontros O GLOBO Saúde e Bem-Estar, desmistificaram as doenças respiratórias e algumas crenças populares, durante o evento na Casa do Saber O GLOBO. Ambos especialistas, convidados por Cláudio Domênico, responderam a diversas questões dos leitores que se inscreveram para participar do debate.

— A vitamina C não adianta para nada. Não há comprovação científica que ajude no tratamento da gripe e dos resfriados. E o xarope nada mais é do que água com açúcar. Podemos colocar qualquer remédio aí dentro. Até para o coração. Aí, terá função — brincou o pneumologista, afirmando também que pisar descalço no chão gelado ou tomar vento nas costas não causa doenças — É só desagradável.

Já Teresa esclareceu que as bombinhas não fazem mal à saúde se usadas corretamente: — Há novos broncodilatadores associados ao corticoide. E o corticoide é o melhor anti-inflamatório já inventado. Um santo remédio. Que, sabendo usar, na dose certa e na sequência certa, não faz mal. Bombinha não mata, não!

Os espaçadores, acoplados às bombinhas, também foram recomendados. Barros Franco disse que eles servem para facilitar a coordenação entre a respiração e a entrada do remédio, que passa pelo espaçador antes de chegar à boca.

Outra questão respondida pelo pneumologista foi sobre a importância da tosse para o diagnóstico das doenças respiratórias. A tosse pode ser resultado do refluxo gastroesofágico, da sinusite ou da asma.

— A tosse é um espetáculo! Além da função respiratória, o pulmão é treinado para tossir e produzir secreção quando algo o agride. Se não, morreríamos a cada caroço engasgado. Mas, se a tosse persistir, mesmo após o sumiço do catarro, do tratamento para a asma ou para a sinusite, será preciso pesquisar a nova causa.

Fonte: Jornal Extra, 23/08/2015.

Unidades: Centro | Madureira | Niterói | Tijuca. Consultas com hora marcada.
Central de Marcação de Consultas: (21) 3515-0808