Automedicação pode agravar casos de febre amarela, dengue, zika e chikungunya

12/04/2017

Extra Online

Se você é dos que começam a sentir aquela dorzinha de cabeça e já correm para o armário de remédios, cuidado! A automedicação pode agravar os sintomas das doenças transmitidas pelo Aedes aegypti, como a febre amarela e a dengue, alerta o médico e comentarista de saúde Luis Fernando Correia:

- No Brasil, temos a cultura da automedicação com remédios de fontes naturais ou pegando como referência o caso de alguma outra pessoa. A dengue, zika, chikungunya e febre amarela são doenças que podem desencadear casos de hemorragia. A ingestão de remédio baseados em ginseng, por exemplo, pode prejudicar a coagulação sanguínea e agravar seriamente a recuperação.

Segundo o médico, é importante que se procure um diagnóstico correto logo no início dos sintomas:

- Quanto mais tempo perdido tratando a doença com o remédio errado, pior pode ser o desdobramento da doença. Atrasar o diagnóstico correto pode trazer sequelas gravíssimas ao paciente, algumas até irreversíveis.

Extra Online - 12/04/2017

Unidades: Centro | Madureira | Niterói | Tijuca. Consultas com hora marcada.
Central de Marcação de Consultas: (21) 3515-0808