Casos de crises alérgicas podem aumentar com a chegada da Primavera

26/09/2016

Extra

A chegada da primavera pode significar o início de um desconforto para os alérgicos: a rinite sazonal. Segundo o dermatologista Anthony Kudsi, da Sociedade Brasileira de Dermatologia do Rio, com o aumento do número de flores, uma quantidade maior de pólen fica no ar, podendo desencadear sintomas de irritação como a coriza, a dificuldade para respirar, os espirros frequentes e muita coceira no nariz e também nos olhos.

Para tentar driblar a crise alérgica, Anthony recomenda algumas dicas:

De acordo com dados da Associação Brasileira de Alergia e Imunopatologia (Asbai), a rinite alérgica — reação imunológica causada pelo contato de agentes alérgenos (pó, bolor, pólen, ervas, árvores e animais, principalmente) com o revestimento do nariz — afeta cerca de 40 milhões de brasileiros.

Se não tratada, a doença pode evoluir para problemas de quadro clínico mais grave, como a asma.

Fatores de risco

As crises acometem mais pessoas com história familiar de alergias ou quem vive em exposição a fumaça.

Sintomas

Também são comuns dor de garganta, rouquidão, tosse e diminuição do paladar e também do olfato.

Tratamento

Consiste basicamente na redução da exposição aos alérgenos desencadeadores das crises alérgicas.

Sinusite

A ocorrência de sinusite também é frequente, caracterizando um quadro de rinossinusite.

Extra - 26/09/2016

Unidades: Centro | Madureira | Niterói | Tijuca. Consultas com hora marcada.
Central de Marcação de Consultas: (21) 3515-0808